E-mail  |  Cadastro   |  Login   |  Mapa do Site  |  Home
Busca
Riscos Profissionais > Alergia ao Látex > Introdução
Introdução
Autor: Rosimeire A. Mendes Lopes - atualizado em 19/12/2008

Durante as últimas décadas, a prevalência das doenças alérgicas tem aumentado, especialmente nos países mais industrializados do mundo. As razões para o aumento da morbidade das doenças alérgicas são ainda desconhecidas, mas fatores hereditários e ambientais são reconhecidamente importantes, e o nível de exposição aos alérgenos é um dos fatores de risco para o desenvolvimento da sensibilização, entre outros (LILJA & WICKMAN, 1998; Von MUTIUS, 2000).


No ambiente interno de trabalho, o aumento da morbidade das doenças alérgicas pode estar relacionado ao aumento da exposição alergênica (CARRER et al., 2001). O desenvolvimento e a introdução de novos processos ou produtos nos locais de trabalho têm exercido influência na relação entre riscos e desenvolvimento de saúde ou doença. Além disso, esta relação executada sob determinadas condições tem levado ao aumento da exposição ocupacional, resultando em acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais. No ambiente hospitalar, as doenças ocupacionais como a asma, rinite e dermatoses são consideradas decorrentes da exposição a estas fontes de alérgenos (BERNSTEIN, 1997).


As doenças alérgicas cutâneas ou respiratórias têm sido consideradas como um dos principais problemas ocupacionais entre os trabalhadores da área da saúde (BAUR et al., 1995; TURJANMAA et al., 1996; BERNSTEIN, 1997; TURJANMAA et al., 1997), onde a principal fonte de exposição alergênica tem sido o uso de luvas de látex com pó (SUSSMAN & BEEZHOLD, 1995; LISS et al., 1997; JOHNSON, 1998) e a sensibilidade causada pela presença de proteínas hidrossolúveis (WOODS et al., 1997). Até o final da década de 80, o uso de luvas de látex era considerado inócuo, mas, atualmente, vem-se revelando como sensibilizador alérgico importante, principalmente no ambiente hospitalar (LUNDBERG, WRANGSJÖ, JOHANSSON, 1997).


Atualmente, o uso de luvas é indispensável nas práticas de cuidados à saúde e tem importância fundamental na diminuição do risco de exposição ocupacional por contato aos patógenos transmitidos pelo sangue e fluídos corporais, por conferir proteção de barreira. As luvas de látex, tanto cirúrgicas como de procedimentos, têm demonstrado eficiência na prevenção da transmissão de doenças infecciosas nos trabalhadores da área da saúde. Desta forma são indispensáveis para o trabalho diário, devendo oferecer conforto, barreira e propriedades táteis (SUSSMAN & BEEZHOLD, 1995).



Riscobiologico.org - Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.          criação: AldeiaCom