E-mail  |  Cadastro   |  Login   |  Mapa do Site  |  Home
Busca
Imunizações > Hepatite B > Profilaxia pré-exposição > Fatores que interferem com a resposta
Profilaxia pré-exposição
 
  Introdução   Vacinas   Esquema Vacinal   Resposta à vacinação   Fatores que interferem com a resposta   Duração da resposta   Efeitos adversos   Novas perspectivas
 

Fatores que interferem com a resposta
Autor: Equipe Riscobiologico.org - atualizado em 19/12/2008

Uma série de fatores foram associados a não resposta à vacina de hepatite B. Estes incluem fatores relacionados a vacina (dose, esquema e local da aplicação) e fatores do hospedeiro. Dentre estes, cita-se a idade, índice de massa corpórea, tabagismo, imunodeficiências e determinantes genéticos.


O maior determinante de resposta é a idade. Pessoas vacinadas em idades menores (como recém-nascidos) têm maior taxa de soroconversão embora recém-nascidos prematuros ou menores que 2 kg apresentem menor resposta. Nesta situação específica se a mãe for HbsAg negativa, recomenda-se o adiamento da vacinação.


Com o avanço da idade vai ocorrendo um declínio na resposta à vacina: aos 60 anos de idade, somente 65 a 75% dos vacinados desenvolvem nível de anticorpos protetores após a vacinação.

Na maioria dos estudos observou-se menor título de anticorpos na população masculina, embora a taxa de soroconversão seja semelhante à da população feminina. A obesidade e o tabagismo também foram associados a uma pior resposta.


Imunodepressão associada a diferentes condições levam a diminuição da resposta a vacina. A situação mais preocupante e que motiva maior número de estudos é a insuficiência renal crônica, particularmente em esquema de hemodiálise. Uma dose aumentada é recomendada nestes casos.



Riscobiologico.org - Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.          criação: AldeiaCom