E-mail  |  Cadastro   |  Login   |  Mapa do Site  |  Home
Busca
Imunizações > Hepatite B > Profilaxia pós-exposição > Exposições ocupacionais
Profilaxia pós-exposição
 
  Introdução   Exposições ocupacionais
 

Exposições ocupacionais
Autor: Equipe Riscobiologico.org - atualizado em 19/12/2008

Para os indivíduos que se acidentam com material biológico risco de hepatite B, a indicação da profilaxia deve levar em consideração, de um lado, a situação vacinal do trabalhador vítima do acidente e a qual foi sua resposta a esta vacinação e de outro lado, a se a fonte do acidente é sabidamente HBsAg ou se a fonte é ignorada. Para qualquer exposição em profissional não vacinado, a vacina está indicada. Nesta situação, se o caso índice for HBsAg+ deve-se aplicar, simultaneamente, em outro grupo muscular, a HBIg. A precocidade na aplicação destas medidas é fundamental uma vez que após 7 dias do acidente a imunoglobulina não tem eficácia comprovada. A Ig padrão também não tem eficácia nesta situação. O profissional vacinado e que apresenta um título acima de 10mU/mL é considerado imune e nenhuma medida precisa ser tomada.


Para os indivíduos sabidamente não respondedores a vacina (2 séries de três doses de vacina), uma segunda dose de HBIg deve ser aplicada com intervalo de 1 mês.


Tabela

Apresenta, de modo resumido, a conduta a ser tomada nos casos de exposição percutânea, mucosas e cutâneas ao HBV.

Situação vacinal do indivíduo exposto Paciente-Fonte
  HbsAg + HbsAg - Desconhecido
NÃO VACINADO HBIg + iniciar série de vacina Iniciar vacinação Iniciar vacinação*
COM VACINAÇÃO INCOMPLETA HBIg + completar série de vacina Completar vacinação Completar vacinação*
VACINADO Respondedor Nenhuma medida específica, indivíduo protegido Nenhuma medida específica, indivíduo protegido Nenhuma medida específica, indivíduo protegido
Não respondedor a 1ª série de 3 doses de vacina HBIg + reiniciar 2o esquema vacinal Iniciar nova série de vacinação Iniciar nova série de vacinação. Se fonte de alto risco*: proceder como HBsAg +
Não respondedor a 2ª série de vacina (fez 6 doses) HBIg 2 vezes** Nenhuma medida específica HBIg 2 vezes**
Desconhecido Testar anti-HBs do acidentado ADEQUADO: nenhum tratamento INADEQUADO: HBIg + revacinação Nenhum tratamento Testar anti-HBs do acidentado ADEQUADO: nenhum tratamento INADEQUADO: iniciar revacinação*
Fonte: Adaptado Manual dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais, MS / 2006

*Paciente-fonte de alto risco para infecção pelo HBV: usuários de drogas injetáveis, pacientes em programas de diálise, contatos domiciliares e sexuais de portadores de HBsAg, pessoas que fazem sexo com pessoas do mesmo sexo, heterossexuais com vários parceiros e relações sexuais desprotegidas, história prévia de doenças sexualmente transmissíveis, pacientes provenientes de áreas geográficas de alta endemicidade para hepatite B, pacientes provenientes de prisões e de instituições de atendimento a pacientes com deficiência mental.

** Uma segunda dose de HBIg deve ser aplicada com intervalo de 1 mês.

Segundo recomendações do Ministério da Saúde, a HBIg está disponível nos centros de referência para imunobiológicos especiais (CRIEs) na profilaxia pós-exposição ocupacional nas situações acima listadas.



Riscobiologico.org - Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.          criação: AldeiaCom